Registrar-se

Já experimentou o turismo gastronômico?

A culinária internacional Fonte: MMGY Advertising O turismo gastronômico é a exploração da comida como fins de turismo. Agora é considerado um componente vital da experiência de turismo. Ter refeições fora é comum entre turistas e acredita-se que a culinária seja considerada entre clima, acomodação e paisagem para turistas. Em vez de aproveitar jogos de cassino online, vá até Las Vegas para experimentar os seus pratos mais famosos. Continue lendo este artigo para saber mais!

1. World Food Travel Association

Para começar o nosso artigo, World Food Travel Association oferece a seguinte definição sobre o termo: “Dizemos ‘turismo gastronômico’, mas as bebidas também são uma atividade associada. É incômodo dizer ‘turismo gastronômico e de bebidas’. Precisamos clarificar o termo. Além de viajar a países ou ao mundo para comer ou beber, também podemos ser turistas gastronômicos em nossas próprias regiões, cidades e vizinhanças. Se você raramente sai do seu bairro e viaja pela cidade para um outro bairro para comer fora, você é um ‘viajante gastronômico’ em sua própria região! O ato de viajar é implícito porque grande parte das pessoas viaja em suas cidades, região, país e até mesmo o planeta. A distância coberta não é tão importante quanto o fato de que sempre estamos em movimento. Antigamente a World Food Travel Association usava o termo “turismo culinário” para descrever a nossa indústria. Paramos de usar esse termo em 2012 porque a nossa pesquisa indicou que ela dava uma impressão incorreta. Enquanto "culinária" tecnicamente pode ser usada para qualquer coisa relacionada à comida e bebida e inicialmente parece fazer sentido, a percepção entre a maioria é que a palavra “culinária” parece elitista. Nada poderia ser mais verdade do que isso. ‘Turismo gastronômico’ inclui carrinhos de comida e vendedores de rua, assim como restaurantes específicos, e pubs locais. Há algo para todos na indústria do turismo gastronômico. Pratos do mundo inteiro Fonte: Balkan Economic Forum

2. Mais detalhes

O turismo culinário ou gastronômico é a busca de experiências exclusivas e memoráveis de bebida e comida, seja perto ou longe da sua residência. Interessante, né? O turismo gastronômico é diferente do agro turismo porque o turismo gastronômico é considerado um subconjunto do turismo cultural (culinária é manifestação da cultura), enquanto o agro turismo é considerado um subconjunto do turismo rural. Ainda assim, essas duas formas estão vinculadas, pois as sementes da culinária podem ser encontradas na agricultura. O turismo gastronômico não está limitado ao turismo gourmet. Ele também pode ser considerado uma subcategoria da viagem experimental. Enquanto muitas cidades, regiões ou países são conhecidas por sua comida, o turismo gastronômico não está limitado por cultura alimentícia. Todo turista come cerca de três vezes por dia, tornando a culinária um dos aspectos fundamentais do turismo. Países como a Irlanda, Peru e Canadá estão fazendo um investimento significativo no desenvolvimento do turismo gastronômico e estão vendo resultados com visitantes gastando muito mais como resultado da promoção do turismo gastronômico e desenvolvimento de produtos. Quantas vezes você já viajou apenas para experimentar algum prato?

3. Passeios com culinária

A fórmula para o turismo gastronômico varia de tour para tour e de operadora para operadora (há muitas). Contudo, grande parte delas apresenta a seguinte formula: -Eles operam em cidades grandes, geralmente, mas nem sempre capitais, que possuam números substanciais de turistas. Tours existem em Londres, Paris, Roma, Florença, Toronto, Istambul, Nova York, Lisboa, Berlim, Madrid, Belfast, São Francisco, Copenhague, Tóquio, Shangai, Pequim, Atenas, Kuala Lumpur, Marraquexe e Barcelona. Os operadores devem encontrar uma cidade com uma cultura alimentícia vibrante e interessante. Comida de rua também pode aparecer. Há amplas variedades de custo, contudo, os preços tendem a ser mais caros nos Estados Unidos do que na Ásia. -Tours tipicamente duram um mínimo de três horas, embora possam durar muito mais. Muitos tours começam às 11h do horário local e continuam até à tarde, tornando-os a grande atração do dia. Além disso, mais e mais empresas estão adicionando opções noturnas de tours. Tours geralmente começam e terminam em locais de transporte público, como estações de metrô. -Os números de participantes variam, mas entre 12 e 16 é considerado um bom número. Os tours raramente cobram de crianças pequenas que compartilham suas refeições com seus pais/guardiões. Tours podem não estar em completa conformidade com o uso de cadeira de rodas: isso dependerá do tour específico e a atitude de cada local à deficiência. Fique atento a este detalhe na hora de escolher o seu tour.


Entenda o Día de ... A indústria sustentável das ...