Registrar-se

Reviews falsas estão cada vez mais presentes na web

Reviews falsas Fonte: Flickr As “reviews”, expressão em inglês para os comentários deixados por clientes na página de um produto ou serviço online que já tenham comprado ou usado anteriormente, são uma ferramenta muito importante para a tomada de decisão de outros usuários sobre qual cassino online escolher ou que modelo de liquidificador comprar, por exemplo. Isso acontece pois, ao observar que diversas outras pessoas já adquiriram um produto e ficaram satisfeitas com ele, é natural se sentir mais propenso a finalizar uma compra. Cientes da importância de reviews positivas, muitas marcas começaram a tentar manipular essa ferramenta. Em alguns casos, as empresas procuram os clientes que deixaram uma review negativa e tentam convencê-los a alterar essa avaliação. Porém, o mais comum são as companhias incentivarem seus próprios funcionários a escrever comentários exageradamente positivos ou até mesmo pagarem terceiros com essa intenção. Essa manipulação ocorre tanto em sites de grandes redes varejistas, como Amazon e Walmart, como também em e-commerces voltados para um nicho mais específico, como Best Buy e Sephora, por exemplo. Em 2018, o vazamento de emails internos da Sunday Riley, uma marca de produtos de cuidados para a pele, comprovou que a empresa estava encorajando os seus colaboradores a postarem reviews falsas na Sephora, o que reforça o quanto essa questão tem se tornado cada vez mais comum.

Como reconhecer essas reviews falsas na internet?

Apesar de ser impossível prever com 100% de certeza que uma determinada review seja falsa ou manipulada, existem alguns indícios simples que podem ajudar nessa tarefa. Em primeiro lugar, é importante analisar a naturalidade desses comentários, se eles parecem escritos de forma elaborada ou se só utilizam frases curtas e com palavras de enaltecimento. Outras características como expressões repetitivas e falta de pontuação também podem ser indícios de que uma review não é autêntica. Porém, para ter uma ideia mais precisa sobre a veracidade dos comentários de um produto em específico, já existem ferramentas criadas exclusivamente com esse propósito. e-commerces Fonte: Flickr

Ferramentas que prometem ajudar no reconhecimento de reviews manipuladas

Atualmente, são duas as opções de ferramentas mais populares e confiáveis. Confira a seguir quais são elas e como utilizá-las.

  • Fakespot

O Fakespot é um site que também oferece extensões para os navegadores Google Chrome, Safari e Firefox, além de uma versão móvel para os sistemas iOS e Android. Para utilizá-lo é muito simples, bastando colocar o endereço URL do produto cujas reviews precisam ser analisadas, lembrando que o Fakespot é capaz de verificar os seguintes sites: Amazon, Walmart, Steam, Best Buy, Yelp, Sephora e TripAdvisor. Com os seus algoritmos inteligentes, o site considera diversos fatores de uma só vez, como gramática, confiabilidade de quem escreveu o comentário e padrões de compra, para assim conseguir entregar um parecer sobre o nível de confiança das reviews em questão de segundos.

  • ReviewMeta

O ReviewMeta por enquanto só possui suporte para analisar produtos vendidos pela Amazon, e funciona de forma bastante similar ao Fakespot, também oferecendo extensões para o navegador. Um dos grandes diferenciais da ferramenta é que, após verificar as reviews de um produto, ele desconsidera as notas atribuídas pelos possíveis comentários manipulados e recalcula qual seria a média de avaliação real do produto, a partir apenas das reviews que parecem ser confiáveis. Nem sempre o ReviewMeta e o Fakespot fornecem um resultado parecido pois, é fundamental ressaltar, a identificação de comentários falsos não é uma ciência exata.


Saiba quando o “cara ... Saiba o que é ...