Registrar-se

Descubra mais sobre o “FIRE movement”

- mulher segurando e contando moedas Fonte: Flickr O movimento FIRE (Financial Independence, Retire Early) começou a ganhar visibilidade nos anos 2000 ao propor e incentivar a independência financeira e a possibilidade de aposentadoria precoce entre os jovens trabalhadores. O conceito básico desse movimento é poupar o máximo de dinheiro possível aos 20 e 30 anos, para assim ter a chance de se aposentar antes da maioria, aos 40 e poucos anos. O objetivo de grande parte dos adeptos ao movimento FIRE não é se aposentar cedo para passar as décadas seguintes em casa e sem ter uma ocupação, e sim conquistar a independência financeira para largar empregos estressantes ou incertos, e então ter a chance de investir em outras aspirações de vida. As ideias que dão base a esse movimento já existiam há muitos anos, mas foram recebendo mais destaque com o avanço da internet, através de blogs, podcasts e fóruns online inteiramente dedicados a discutir sobre essa iniciativa. Neles, os adeptos ao FIRE trocam dicas e sugestões de como economizar dinheiro e também como aumentar suas rendas mensais, por exemplo.

Métodos do movimento FIRE

pessoa segurando caneta e utilizando a calculadora Fonte: Pixabay Enquanto os apostadores tentam acumular fortunas através de jogos de cassino, as pessoas que fazem parte do movimento FIRE pretendem alcançar esse objetivo através de uma série de métodos e estratégias para levar uma vida mais simples e sem tantos gastos. Em primeiro lugar, talvez o mais importante seja a defesa do consumo consciente, segundo o qual só se deve comprar itens realmente necessários e evitar as despesas fúteis. Com o auxílio da tecnologia, muitos adeptos ao movimento FIRE também utilizam aplicativos para controlar melhor suas finanças. De acordo com as dicas de fóruns e blogs dedicados a essa iniciativa, quando as pessoas sabem exatamente o quanto ganham e o quanto estão gastando em cada área de sua vida, como vestuário, alimentação, moradia e etc, se torna mais fácil cortar o desperdício e manter o foco em guardar o máximo de dinheiro possível. Além disso, o FIRE também incentiva as pessoas a maximizarem os seus ganhos, seja fazendo horas extras no trabalho ou dedicando o tempo livre a alguma atividade remunerada, como dar aulas particulares ou confeccionar algum produto para vender.

Críticas recebidas por essa iniciativa

Ao mesmo tempo em que tem ganhado muitos admiradores, o movimento FIRE também vem recebendo muitas críticas relacionadas aos seus ideais. Muitos criticam essa iniciativa por propor uma aposentadoria aos 40 anos pois consideram que isso é algo praticamente impossível para grande parte das pessoas, as quais ganham salários baixos e quase insuficientes para o próprio sustento. Parte das críticas também se deve ao “extremismo” praticado por alguns dos adeptos do movimento. Muitos desaprovam o FIRE por acreditarem que seus admiradores estão deixando de viver e aproveitar o presente com o propósito de guardar tudo o que podem pensando apenas no futuro. Dessa forma, isso seria o oposto das pessoas que gastam tudo sem se preocupar com o dia de amanhã, mas um cenário igualmente preocupante. Nos Estados Unidos, muitos críticos ao movimento FIRE ainda citam o fato de alguns adeptos estarem se aproveitando de brechas na legislação para obter vantagens pessoais. Isso acontece pois, ao se aposentar cedo e deixar de ter uma renda fixa, é possível solicitar uma ajuda financeira junto ao governo norte-americano para a educação dos filhos, mesmo que, no caso dos trabalhadores que se aposentaram cedo pelo acúmulo de dinheiro, isso não seja algo necessário.


Por que as pessoas ... Top 5 palestras do ...