Registrar-se

As mulheres mais bem pagas do mundo esportivo

tênis Fonte: Pixabay

Apesar dos salários dos homens ainda serem maiores no cenário esportivo, as mulheres estão conquistando cada vez mais espaço nesse meio, e existem várias atletas profissionais que se destacam por seus elevados rendimentos, especialmente jogadoras de tênis. Além do dinheiro ganho com premiações, essas esportistas também lucram com acordos publicitários e patrocínios, o que contribui para que seus ganhos sejam ainda melhores. Com base nesse tema, confira a seguir quais foram as dez atletas mais bem pagas entre 2017 e 2018. E para aqueles que cobiçam os rendimentos dessas profissionais, uma boa alternativa é tentar a sorte com os jogos de cassino online, e assim aumentar as chances de ganhar prêmios substanciais.

1. Serena Williams

Apesar de ter ficado meses afastada das quadras de tênis após dar a luz à sua primeira filha, Alexis Olympia, a tenista norte-americana Serena Williams, que já venceu mais de 20 Grand Slam, faturou cerca de US$ 18 milhões entre 2017 e 2018, tendo portanto o maior salário entre as mulheres esportistas.

2. Caroline Wozniacki

A tenista dinamarquesa Caroline Wozniacki ganhou US$ 13 milhões no período analisado, sendo que destes, 7 milhões vieram de prêmios de competições esportivas, e os outros 6 milhões de contratos publicitários com marcas como Rolex e Adidas.

3. Sloane Stephens

Após vencer o US Open de 2017, a tenista norte-americana Sloane Stephens faturou nada menos que US$ 5,5 milhões. Além desse montante, a atleta acumulou mais alguns milhões em acordos publicitários com grandes marcas como Colgate, Nike e Mercedes-Benz, totalizando ganhos de US$ 11,2 milhões em um ano.

4. Garbiñe Muguruza

Em quarto lugar está a tenista espanhola Garbiñe Muguruza, que por ter conseguido uma importante vitória em Wimbledon no ano de 2017, conquistou cerca de US$ 5,5 milhões em premiações. Somado a esse valor, ainda estão os contratos que a atleta mantém com marcas como Rolex e Beats by Dre, o que lhe rendeu ganhos aproximados de US$ 11 milhões.

5. Maria Sharapova

Mesmo sem ter ganho nenhuma das grandes competições de tênis nesse período, a russa Maria Sharapova, que já liderou o ranking mundial, desembolsou US$ 10,5 milhões entre 2017 e 2018, grande parte desse dinheiro a partir de campanhas publicitárias com marcas como Porsche e Nike.

6. Venus Williams

Irmã mais velha de Serena, Venus Williams conseguiu bons resultados em competições profissionais no período e atingiu a marca de mil partidas jogadas. Nesses torneios, a atleta acumulou US$ 4,2 milhões em prêmios, aos quais ainda foram somados US$ 6 milhões em publicidade e presença em eventos, chegando a um total de US$ 10.2 milhões.

7. P. V. Sindhu 

PV Sindhu Fonte: Wikimedia

A jogadora de badminton indiana P. V. Sindhu teve um salário de US$ 8.5 milhões no período analisado, dos quais a maior parte foi resultado dos contratos publicitários assinados pela atleta com mais de dez marcas, incluindo Panasonic e Nokia.

8. Simona Halep

A romena Simona Halep, que figura entre as primeiras colocadas no atual ranking de melhores tenistas do mundo, ganhou US$ 7.7 milhões nesse período. Destes, US$ 6.2 milhões foram em premiações esportivas, enquanto o restante foi através de um contrato já vencido com a Adidas. Pouco depois, a atleta assinou um novo acordo publicitário, dessa vez com a Nike.

9. Danica Patrick

A norte-americana Danica Patrick é a mulher mais famosa do automobilismo atual, e compete na NASCAR. No total, a esportista ganhou US$ 7.5 milhões no período, dos quais US$ 3 milhões foram através do esporte, e o restante por contratos publicitários e pelos ganhos da marca de roupas de Danica, chamada Warrior.

10. Angelique Kerber

Também nas primeiras posições do ranking atual de melhores tenistas, a alemã Angelique Kerber desembolsou US$ 7 milhões, sendo que destes US$ 3 milhões foram em premiações, e US$ 4 milhões de publicidade em parceria com marcas como Porsche e SAP.


5 aparelhos eletrônicos do ... Existe vida pós-Game of ...