Registrar-se

Startup Friend Theory inova o conceito de viagens de baixo custo

Fonte: Pexels

A Friend Theory é uma plataforma australiana, desenvolvida com o intuito de criar uma conexão entre os usuários e o seu ciclo de amigos. Com base nos próprios contatos do usuário, essa plataforma consegue estabelecer uma rede completa de locais para se hospedar gratuitamente. Desse modo, se torna possível viajar parar diversos lugares diferentes sem os incômodos gastos feitos com a hospedagem. Essa proposta criativa da Friend Theory se sustenta nos contatos que os usuários possuem em suas contas nas redes sociais, mais especificamente no Facebook. Segundo os idealizadores da startup, 100 amigos no Facebook implicam em mais de 25 mil amigos de amigos, e com isso, a média de contatos dos jovens da atualidade é de quase 200 mil pessoas. Sendo assim, o objetivo da plataforma é permitir que os usuários fiquem hospedados na residência de amigos de amigos, algo mais confortável para os viajantes por ser alguém com quem o mesmo compartilha conhecidos em comum. Além disso, ao longo da viagem, esses amigos de amigos podem dar dicas sobre a cidade, indicar quais são os melhores restaurantes, os pontos turísticos mais imperdíveis e onde se entreter nesse destino em relação as lojas e cassinos, por exemplo.

Como surgiu a Friend Theory

A ideia que motivou a criação da Friend Theory teve como base as próprias experiências vividas pelos fundadores da plataforma. Ainda estudantes universitários na época, os futuros idealizadores da startup, Carlo Spada e Carlos Costa, se conheceram graças a contatos que tinham em comum durante uma viagem para Hong Kong. Meses depois, Carlos Costa começou a planejar uma viagem de alguns dias para Amsterdã, mas percebeu que os custos com a hospedagem na capital holandesa eram altos e poderiam comprometer seus planos. Sem querer desistir da viagem, Carlos decidiu se hospedar na casa de um colega com quem possuía amigos em comum, algo que se saiu melhor do que o esperado e ele acabou inclusive conquistando novos amigos com essa experiência. Essa duas situações inspiraram Carlos Costa a criar algum tipo de rede social ou plataforma que fosse capaz de conectar pessoas que já têm amigos e, possivelmente, certos interesses em comum, com o propósito de oferecer hospedagens gratuitas ao redor mundo. Assim, além de cortar os custos com hotéis, essa experiência ainda teria a vantagem adicional de estimular novas amizades. Fonte: Pexels

Como a startup saiu do papel e se tornou realidade

Após ter a ideia inicial da plataforma Friend Theory, Carlos Costa se uniu ao amigo Carlo Spada e ao desenvolvedor de softwares Guillaume Prevost, para finalmente colocá-la em ação. O fato dos três ainda serem estudantes universitários nesse período, sem tanto tempo disponível e recursos financeiros necessários, foi um dos maiores obstáculos da startup, e exigiu grande dedicação e disciplina por parte de seus criadores. De acordo com Carlo Spada, desde o princípio ficou decidido que eles não procurariam investidores para o projeto, pois acreditavam que a Friend Theory teria mais chances de dar certo seguindo o seu conceito original e sem interferências externas. Porém, essa decisão não foi nada fácil e levou os criadores da plataforma a terem que economizar o máximo possível, ao ponto de estabelecerem o primeiro escritório da startup de forma clandestina dentro da universidade, em uma sala pouco utilizada pelos estudantes. Depois de cerca de seis meses de muito trabalho, a plataforma Friend Theory foi concluída com sucesso e colocada na rede. Em questão de algumas horas, o vídeo introdutório sobre a iniciativa recebeu dezenas de milhares de visualizações, indicando que a ideia realmente possuía um grande potencial. Após quase dois anos em atividade, apesar de ainda ser mais conhecida na Austrália, a Friend Theory já conta com usuários nos quatro cantos do globo, e possui um alcance de mais de 130 países, o qual permanece crescendo a cada dia.


As maiores expectativas para ... Conheça os festivais mais ...